A quinta edição do Sesc Entre Dança, considerado um dos maiores eventos do gênero do país, acontece até esta segunda-feira, dia 16, no Rio de Janeiro. Entre os destaques da programação está a presença do Reinado de Nossa Senhora do Rosário do Jatobá, irmandade formada por cerca de 150 pessoas que mantém ativa a tradição do Reinado há mais de 130 anos. O Reinado apresentará “Cortejo e Louvação” neste sábado, dia 14, às 16h, na Praia de Copacabana, altura da Av. Princesa Isabel. No evento, que é gratuito, o público poderá conhecer a força e a importância histórica, social e cultural das confrarias negras católicas no Brasil.

Os Reinados, também conhecidos como Congados, são uma das manifestações culturais mais ricas e expressivas dos saberes bantos no Brasil. De acordo com a professora da UFMG Leda Martins, os Reinados derivam das antigas coroações de Reis Negros no Brasil, cujo registro recua ao século XVII.

Reinado (2009), Consuelo Abreu

Nos Reinados, celebra-se sua maior autoridade, Nossa Senhora do Rosário, carinhosamente chamada de Unganda Manganá. A narrativa mística de retirada de Nossa Senhora do Rosário das águas estrutura sua organização, o papel das Guardas, de variadas designações, a função do Trono Coroado e da capitania que, unidos, regem as cerimônias e os festejos devocionais que relembram a história da diáspora negra, a travessia marítima, as lutas de resistência contra a escravidão e o papel do negro na construção e formação do Brasil.

Por meio de cerimoniais complexos, cantares, danças e de toda uma organização ritual e litúrgica, se restituem em territórios brasileiros, em particular em Minas Gerais, onde se sobressaem acervos extraordinários de conhecimentos devocionais, filosóficos, técnicos, linguísticos e estéticos, fundantes das gnosis negro africanas e suas transcriações, inscritos pela memória oral.

Reinado (2009), Consuelo Abreu