Nos últimos 30 anos de sua vida, Claude Monet (1840-1926) colocou em mais de 250 telas o jardim em estilo japonês de sua casa em Giverny, na França: a famosa série das ninféias. O artista visual Kobra replicou sua criação como fundo na obra “‘Koi”, feita no coração da Vila Madalena, em São Paulo. As três carpas nishikigoi que ele inseriu nadam para a frente, em sinal de força e superação, uma referência aos tantos imigrantes orientais que fizeram da cidade a maior colônia japonesa fora do Japão.

Ao centro, ele retrata o mais caro peixe já vendido no mundo: arrematado pelo equivalente a R$ 9 milhões em um leilão realizado em 2018. À esquerda, a carpa com a mancha vermelha representa a bandeira japonesa. A outra é um origami — aludindo, assim, à tradicional arte ancestral nipônica. A pedra que quica na água significa perseverança, persistência e equilíbrio.