De volta estreia nesta quinta-feira no Rio

A libanesa Nada está voltando para seu país, mas, quando chega, se dá conta de que se tornou estrangeira em sua terra natal. Nada, interpretada pela iraniana Golshifteh Farahani, busca a si mesma e a verdade sobre o que aconteceu em uma casa em ruínas assombrada pela presença de seu avô que desapareceu misteriosamente durante a guerra civil.

De volta estreia em várias salas do Rio nesta quinta-feira, dia 01 de fevereiro. Jihane Chouaiba assina o roteiro e a direção.

de volta

Feng Shui – Formação Profissional para Consultoria

Em São Paulo, Cris Bevilaqua realizará de 26 a 28 de março o curso de Feng Shui – Formação Profissional para Consultoria.

O curso dará base teórica e prática para executar vários projetos ao longo dos três dias e o último trabalho entregue pra avaliação será o projeto da casa do participante.

Cris trabalha com duas escolas de feng shui. A chapéu negro adota conceitos mais populares. Já a ba zhai usa bússolas, as curas são feitas com cristais, não mexe na decoração da casa nem pinta paredes.

Em frente ao local onde acontecerá o curso há dois hoteis e um shopping center, o que oferece ao participante comodidade para hospedagem, alimentação e locomoção.

Inscrições e informações através do telefone 11-9-7319-0853 ou email cris@cbminteriores.com.br. As vagas são limitadas.

cris bevilaqua

2º Workshop Internacional: Seguindo a Joalheria

O 2º Workshop Internacional: Seguindo a Joalheria vai acontecer domingo, dia 04 de fevereiro, das 17h às 20h.

Durante o evento Lívia Canuto demonstrará seu processo de confecção de jóias.

O encontro será na adega criativa Medusa Urbana que fica na Fábrica Bhering, Rua Orestes, no. 28, 2º andar, em Santo Cristo, Rio. Mais informações no Ateliê Lívia Canuto: tel.: 21 2537.6359.

Seguindo a Joalheria

Visita Guiada na 2ª TRIO Bienal no Rio de Janeiro

Bienal

O público poderá acompanhar uma visita guiada da segunda edição da  Bienal Tridimensional Internacional do Rio de Janeiro – TRIO Bienal, que acontecerá hoje, quarta-feira, dia 31, às 15h30, na Cidade das Artes, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro.

Com o tema Vestir o mundo, a bienal apresenta obras tridimensionais de cerca de 50 artistas brasileiros e internacionais.

O curador Alexandre Murucci, que participará da visita, sugere que os artistas mostrem o sentimento de vestir o mundo, ou seja, vestir compromissos e anseios, elementos essenciais da nossa existência, da nossa relação com o mundo.

A mostra é dividida em 3 módulos relacionados a elementos da natureza:

Ar – representa a cultura, o saber, a história e nosso zelo pelo Passado.
A herança do humano;
Água – que representa as forças atávicas da natureza, nosso compromisso com o Futuro;
Terra” – representa o espírito, a força telúrica que rege o Presente, em todas as formas anímicas da vida.

A 2ª TRIO Bienal também tem espaço no Jardim do Botânico do Rio de Janeiro que recebe, pela primeira, uma exposição de arte contemporânea no seu Arboreto. A mostra abriu em dezembro passado as comemorações dos 120 anos do Jardim Botânico.

A Cidade das Artes fica à Avenida das Américas, 5.300, Barra da Tijuca. Para quem vai usar o transporte público, a melhor opção é usar o Metro e o BRT, descendo na estação Alvorada. A entrada é franca.

Ennio Marricone em filmes de Bertolucci, Tarantino, Fuller, Pontecorvo e Terrence Malick

Nota

A mostra Sonora: Ennio Morricone no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) de São Paulo exibe esta semana mais filmes que contam com composições do maestro italiano.  Amanhã, quarta-feira, dia 31, será exibido às 15h30, Os odiados, faroeste americano de Quentin Tarantino, lançado em 2015.  Às 19h30 é a vez de Cão branco, drama de 1982, produzido por Jon Davisone e dirigido por Samuel Fuller.

Fevereiro: Na quinta-feira, dia 01 de fevereiro, às 17h, o público poderá assistir à produção ítalo-argelina de 1966 A Batalha de Argel, que foi dirigida por Gillo Pontecorvo. E às 19h15, o drama amercicano Cinzas no paraíso, de 1978, escrito e dirigido por Terrence Malick. 

O filme 1900 será exibido na tarde do sábado, dia 02, às 15h30. O drama épico dirigido por Bernardo Bertolucci, tem um olhar de retrospectiva histórica da Itália desde o início do século XX até o término da II Guerra Mundial, retratando o cenário político que marcou o país e o mundo neste período.

“Sonora: Ennio Morricone” estará no CCBB São Paulo até 19 de fevereiro.  Organizada por Rafael Bezerra, a mostra é uma homenagem ao maestro italiano que completa 90 aos em 2018. Marricone nasceu em Roma e aos seis anos já tocava trompete e compunha suas primeiras partituras. Tocou em clubes de jazz na capital italiana e, ao longo das décadas 50 e 60, compôs centenas de arranjos. Em 1961, o diretor italiano Luciano Salce convidou Marricone para fazer a trilha de seu filme, Il Federale. Embora o maestro não fosse uma pessoa que frequentasse o mundo de cineastas e produtores italianos, os convites foram se tornando cada vez mais frequentes. Em 1964, Morricone reencontrou Sérgio Leone que acabou se tornando seu parceiro mais famoso. De lá pra cá, Marricone já assinou mais de 500 composições para o cinema.

Quarta 31, de janeiro

15h30 – Os oito odiados (The Hateful Eight / 2015 / 3h 7min / Bluray)

19h30 – Cão branco (White Dog / 1982 / 1h 30min / Bluray)

 

Quinta, 01 de fevereiro

17h00 – A batalha de Argel (La battaglia di Algeri / 1966 / 2h 01min / Bluray)

19h15 – Cinzas no paraíso (Days of Heaven / 1978 / 1h 34min / Bluray)

 

Sexta 02, de fevereiro

15h30 – 1900 (Novecento / 1976 / 5h 17min / Bluray)