Bebel Gilberto, Baby do Brasil, Nem Matogrosso no Ensaio do show “Viva Cazuza Sempre”

Cazuza esta vivo! Rogerio Flausino e seu irmão Sideral se reuniram no estúdio Floresta no Cosme Velho, Rio de Janeiro, nessa segunda-feira para ensaiar o show “Viva Cazuza Sempre” terá renda totalmente revertida para a Sociedade Viva Cazuza e contará com a participação de Ney Matogrosso, Alcione, Baby do Brasil, Bebel Gilberto, Teresa Cristina, Diogo Nogueira, que acontecerá nesta quarta dia 1 de fevereiro na Arena Banco Original no armazém 3 do Boulevard Olímpico.

Fotos: Felipe Panfili/Divulgação

 

Beth Carvalho faz pocket show gratuito na Casa Ipanema

Nessa quarta-feira (01/02), a cantora Beth Carvalho interpreta clássicos do samba em show gratuito na Casa Ipanema.
Canções que irão mexer com os corações e tamborins dos foliões nesse primeiro chamado para o Carnaval.
O show marca a inauguração do projeto #Sou Dessas Mulheres Incríveis que Fazem o Carnaval da Sandálias Ipanema. Além da presença de Beth Carvalho, a data celebra a abertura da exposição de fotos Giganto, da artista multimídia Raquel Brust. Retratos gigantes de mulheres que fazem sua presença no Carnaval carioca irão estampar a fachada da Casa Ipanema.
Dona Nilsa Dória, baluarte da Mangueira, Renata Rodrigues, fundadora do bloco Mulheres Rodadas e a socióloga e bailarina Aline Valentin foram as escolhidas por Raquel Brust para a edição carioca da exposição que já passou por SP e Madrid.

Estréia de “Na batucada da vida” na Casa de Cultura Laura Alvim

O documentário “Na batucada da vida” foi exibido nesta segunda-feira, na Casa de Cultura Lauro Alvim. No DVD, além de histórias lembradas com vivacidade e humor pelo homenageado, há depoimentos interessantes de Chico Buarque, Sérgio Mendes, Robertinho Silva, Wilson das Neves, Renato Massa, Robertinho do Recife e outros músicos que tocaram ou ainda tocam com ele.

Às vésperas de comemorar 74 anos, Chico Batera pertence a uma geração de ritmistas que fizeram história namoderna música brasileira. Ele mesmo conta que, quando começou a se profissionalizar, aos 17 anos, tocando no Beco das Garrafas, pôde ver, ouvir e conviver com os três grandes da época: Dom Um Romão, no samba, Edson Machado, no samba-jazz, e Milton Banana, na bossa nova.

Fotos: Cristina Granato

Matéria Hibrida e Solitude em mostras individuais na Barra

Os artistas Marciah Rommes e José Senna se reúnem em exposição na galeria OKO Arte Contemporânea, no shopping Città América. A partir do dia 11, os visitantes terão a oportunidade de conhecer duas mostras individuais no mesmo espaço. Na exposição Matéria Hibrida, a artista plástica Marciah Rommes apresenta obras enriquecidas de texturas e formas criadas a partir de polímero produzido por ela. As peças representam escritas indecifráveis que se tornaram tridimensionais aos olhos dos expectadores. “Materialidade e subjetividade em texturas e formas”, comenta a autora sobre sua arte.

Fascinado por paisagens incríveis, o fotógrafo José Senna encanta com Solitude, uma reflexão sobre a solidão. Suas fotos eternizam paisagens que se modificam a cada segundo, como é o caso das imagens clicadas no Sul da Finlândia na rota entre Reykjavick e a cidade de Vik, onde o vento cria a olho nu a beleza efêmera dos montes formados por neve, que remetem a desenhos a lápis.

 

Serviço:

Inauguração dia 11/02, às 17h. Até dia 05/03.

Av. das Américas, 700 – Shopping Città América | Setor Azul | Salas 211 H e 203 B – Barra da Tijuca

Visitação de segunda à sexta das 11h às 19h, sábado das 11h às 15h.

Entrada Gratuita.

Obra da Editora do Brasil integra o dossiê da ilustradora Ciça Fittipaldi

A premiação é considerada o mais alto reconhecimento internacional dado a um escritor ou a um ilustrador de livros infantis, pela totalidade de sua obra.

A Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ) – seção Brasileira do IBBY – International Board on Books for Young People, indica novamente a ilustradora Ciça Fittipaldi como finalista ao Prêmio Hans Christian Andersen (HCA), 2018. A obra Danite e o leão – Um conto das montanhas da Etiópia, recém lançada pela Editora do Brasil, integra o dossiê das obras da ilustradora enviado ao júri.

image004 (2)

O prêmio HCA contribui para promover e divulgar a Literatura Infantil e Juvenil em âmbito mundial, junto a especialistas e editores da área. A premiação está na 32ª edição e é considerada o mais alto reconhecimento internacional dado a um escritor ou a um ilustrador de livros infantis, pela totalidade de sua obra. Os brasileiros vencedores do prêmio até o momento foram: Lygia Bojunga, em 1982, Ana Maria Machado, em 2000, e Roger Mello, em 2014, primeiro ilustrador latino-americano a ganhar a honraria.

 

A FNLIJ indicou a escritora Marina Colasanti e a ilustradora Ciça Fittipaldi para concorrerem ao Prêmio, cujo resultado será anunciado em abril 2018, durante a Feira do Livro Infantil de Bolonha. Para a indicação de Ciça, a FNLIJ reuniu em um dossiê algumas de suas das obras de destaque. O livro Danite e o leão – Um conto das montanhas da Etiópia foi um dos escolhidos para representar seu trabalho. A obra conta o desafio que a protagonista Danite sofre ao enfrentar a resistência do enteado, Beshir.Recriado pelas mãos premiadas de Rogério Andrade Barbosa e Ciça Fittipaldi, o conto africano deste livro revela uma cultura diferente aos leitores brasileiros e traz um ensinamento universal muito valioso sobre persistência e superação. Gilsandro Vieira Sales, Coordenador de Edição de Literatura da Editora do Brasil, ao comentar sobre a ilustradora Ciça